O frentista não aguentou meu pau

Anônimo


Desculpem a demora para escrever é a falta de tempo mesmo, eu precisava fazer uma viagem ate o Acre, na verdade próximo, e era de urgência iria ganhar uma boa grana, então acabei viajando de um dia pro outro,e seria uma viagem longa e cansativa..

Parei num posto de gasolina no Paraná, entre uma cidade do interior e outra que não lembro o nome,bem deserta mesmo, precisava abastecer, e parei nesse posto, onde o frentista veio me atender, jovem mais passava um certo tom de delicadeza..

Eu estava de regata e um short sem cueca, e percebi que esse frentista não tirava o olho da minha mala,logo deduzi que ele gostava de piroca, mais comer aquele viado ali era uma situação trabalhosa ja que ele estava ha trabalho..

Estacionei o caminhão para abastecer e passei a coçar o saco a todo o tempo na intenção dele perceber,e percebeu,sentei numa cadeira velha que havia ali , meu pau endureceu e virei ele pro lado, e deu pra esse viadinho olhar e assustar..


Cheguei nele ofereci uma balinha e perguntei se não havia prostitutas que trabalhavam por ali, ele sorriu e falou..

-é, as vezes tem, mais as vezes não, hoje eu não sei, tem dias que elas não aparecem..

-to doido pra meter e ta difícil aqui..

Ele assustou, e nem piscou o olho,ele parecia assustado..

-E você trabalha a madrugada toda

-sim, ate as 6 , mais tenho 1 hora de descanso..


Coloquei a mão novamente por dentro do short, e fiquei com a mão la dentro, ele estava nervoso, e olhava pro outro lado..

-Encheu o tanque..

-Sim, já tá pronto..

Paguei ele e estacionei o meu caminhão um pouco distante perto de uma arvore,olhei pelo retrovisor e ele parecia observar onde eu estava parando..

E decidi dormir por lá, eu nem esperava nada daquele frentista, tímido de mais e parado, parecia ter medo de rola..

Comprei um salgado na lanchonete sentei em baixo da arvore e fui comer, logo vem ele e senta do meu lado, dizendo que estava no horário de repouso,pensei pronto veio dar, mais como colocar esse nerd dentro do caminhão..

Tirei o pau pra fora e comecei a mijar, bem quase de frente pra ele ver a caceta, e ele viu e não tirava o olho, sacudi e falei..

-gosta?

-sim muito..

-Quer provar..

-não sei alguém pode ver..

-relaxa só entrar por traz ninguém vai ver, sei que vai gostar e quero muito fuder..

Ele não pensou duas vezes entrou no lado do passageiro, e entrei e já caiu de boca na rola,e mamava igual bezerro,mandei ele tirar a calça que o tempo era curto, ele tirou e ficou de 4 igual um viadinho, passei o dedo no rabo estava com cheirinho mais coitado, nem sabia que ia dar, não me importei, cuspi coloquei cabecinha e comecei a socar, só entrou a cabeça e começou a reclamar, cuspi mais, e soquei mais pra dentro e ele mandando eu tirar que não aguentava mais, eita viadinho fresco..

Não aguentei enfiei de uma vez ele gritou e me empurrou pra traz, e disse que iria sair do caminhão, forcei meu peso em cima dele e ele me empurrava, falei que não ia doer que eu ia meter devagar ele se revoltou vestiu a calça e saiu do caminhão e me deixou lá de pau duro, de saco cheio, louco pra meter…

É ter pau grande nem sempre é vantajoso,olhei pela janela e só tinha marmanjo, foda sem fuder de pau duro, odeio bater punheta, vesti a cueca e fui dormir, no outro dia tinha que pegar a estrada..

Olá,
estou disponibilizando o meu livro Crossing, para venda, nos links:
https://go.hotmart.com/C44974415K
https://go.hotmart.com/C44974415K?dp=1
Conto com seu acesso, sua compra e sua divulgação.
Grato.
Abraços
José Araujo de Souza

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s