LAMBIDAS ESCONDIDA DO MARIDO

Letícia M

Ola, meu nome é Letícia, mas podem me chamar de Lê.

Tenho 25 anos, sou casada e desde novinha, conheço as delícias que um cachorro pode proporcionar a uma mulher.

Amo meu marido, ele me sacia. Mas, quem já recebeu uma lambida gostosa na buceta de um fiel companheiro sabe que não tem nada igual.

Vamos ao conto…

Era uma noite de sexta-feira. Meu marido estava na sala assistindo TV enquanto eu estava no nosso quarto lendo alguns contos e vendo vídeos do tema. Minha buceta estava encharcada e inchada de tesão. Estava louca para chamar nosso cachorro para sentir as lambidas dele. Mas como meu marido estava em casa, fiquei com medo de ele ver.

Pensei um pouco e só conseguiria ficar sozinha com nosso cachorro na segunda-feira à tarde. Eu não queria esperar. Precisava gozar na língua do meu cachorro naquela noite.

Resolvi aproveitar que meu marido estava super concentrado na Tv. Aproveitei a deixa. Eu estava de camisola, sem calcinha. Sai do quarto e do corredor, consegui ver nosso cachorro na sala. Ele olhou pra mim. Levantei a camisola mostrando minha buceta pra ele. Ele já sabia o que eu queria. Veio rápido na minha direção e me seguiu até a lavanderia lambendo minhas pernas e abanando o rabo.

Meu corpo estava flamejando por ele. Me debrucei no parapeito da janela da lavanderia deixando as pernas abertas. Desesperado pra sentir meu gosto, ele enfiou o focinho entre minhas pernas e começou a lamber minhas coxas e virilha. Logo começou a lamber minha buceta inteira. Subiu para o meu cu tentando enfiar a língua. Abri a poupa da bunda para que ele conseguisse enfiar a língua. Ele começou a descer as lambidas enfiando a língua na minha buceta e depois lambeu meu grelinho que estava duro de tesao, até a testinha da minha buceta e voltava de novo por todo caminho até o meu cu. Eu estava trêmula de prazer. Minha vontade era de gemer alto, pedindo pra ele devorar a minha buceta. Ele me lambia com voracidade. Ele sabia que aquela buceta era dele. Eu era sua cadela.

Me virei de frente pra ele e abaixei. Abrindo bem as pernas. Ele começou a lamber meu grelo enquanto eu fazia carinho na sua cabeça. Descia até a entrada da minha buceta e socava a língua tentando aproveitar mais o meu suco. Coloquei a mão no pau dele que estava duro feito pedra. E ele continuou a lamber. Não demorou muito e gozei na língua dele. Ele limpou todo meu gozo. Levantei, deixei que ele lambesse minha boca e o agradeci. Meu bom garoto.

E essa foi minha aventura noturna numa sexta-feira de muito tesão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s