A Vizinha

Anônimo 

Já faziam algumas semanas que o apartamento do prédio em frente ao meu tinha sido desocupado. Eram prédios diferentes, mas muito próximos, com uma janela de frente pra outra, e era possível ver praticamente tudo lá dentro. Até tive alguns problemas com os vizinhos anteriores, mas nada que fosse preocupante… Até que um dia, eu estava bem tranquilo tomando um drink sentado na minha poltrona super confortável, e do nada se acendem as luzes do apê da frente. 

De início fiquei surpreso, mas logo a curiosidade falou mais alto, escureci as luzes da minha sala e observei quem estava entrando lá. Era uma mulher muito gata, eu nunca tinha visto uma mulher daquele jeito. Morena, não muito alta, tinha um corpo lindo demais, parecia ter sido desenhado de tão perfeito. Fiquei vidrado com aquela imagem, mas me senti meio evasivo e logo fui fechar a janela, então ela me notou e já disse:  “Boa noite! qual seu nome?” E eu fiquei tipo “???” e Respondi: “Oi, boa noite, meu nome é Felipe! e o seu?” E então ela respondeu: “Meu nome é Isabela, mas pode me chamar de Bela” Pensei na hora, realmente esse apelido combina muito contigo… Logo ela disse, “prazer em ti conhecer! Vou deitar, já está tarde.” Nos despedimos e ela apagou as luzes do apê. 

No outro dia de manhã, eu estava tomando meu café e ela apareceu com uma camiseta, sem sutiã e uma calcinha daquelas mais grandinhas, mas muito sexy! Com o cabelo num coque meio bagunçado. Eu fiquei louco de tesão! E ela com um sorrisinho me disse “Bom dia Lipe.” E eu quase não consegui responder a aquele bom dia super sexy, as 7:30h da manhã. 

E vários dias e noites eram assim, ela aparecia cada vez mais sexy e com roupas mais sensuais, apesar de eu sentir que isso não tinha como ser possível! Então um dia, ela chegou, já era meio tarde e eu tava atualizando meus relatórios, ela me viu na frente do computador e começou a diminuir as luzes do apê. E eu já fiquei pensando, MEU DEUS O QUE ESSA MULHER VAI FAZER?! Ela trouxe uma trouxinha de roupas para a sala, de inicio não consegui identificar o que era, até porque eu tava tentando ser discreto e não queria que ela percebesse que estava prestando atenção no que ela fazia. Até que ela começou a tirar a roupa. 

Quando vi aquele corpo nu… nossa ela era muito gostosa, tinha seios maravilhosos e uma baita bunda, o que me deixou excitado só de olhar. Fiquei com um tesão tão grande que não aguentei, comecei a me masturbar. Do nada ela olhou na minha direção e fez um sinal de vem cá, eu não consegui acreditar, então ela acenou e fez de novo o sinal. Ela sabia que eu estava olhando, e sabia que eu tava tocando uma. Então, não perdi mais tempo, peguei um vinho da dispensa, duas taças, um pacote de camisinha e corri pra lá! 

Toquei na campainha e quando a porta abriu, quase morri: ela estava com um robe preto meio transparente que dava pra ver aquele corpo todo desenhado maravilhoso! Ela se surpreendeu como eu cheguei rápido, claro, e quem ia demorar depois de um intimado desses?!  

Entrei e abri o vinho, servi uma taça para cada e entreguei pra ela. Brindamos, ela tomou um gole, e deixou um pouco de vinho escorrer pelo decote do robe, e já começou a desamarrar lentamente e a vir na minha direção, “Não desperdice esse vinho” disse ela. Eu enlouqueci! Logo fui beber o vinho do corpo dela. Comecei a lamber/beijar aquelas coxas macias, e quando comecei a subir, ela deu umas gemidinhas. Quando olhei pra cima ela tava acariciando os seios e colocando mais vinho, senti que era um convite para subir.Cai de boca naqueles peitos, nos beijamos e eu me ajoelhei e comecei a fazer um oral nela, o que a deixou bem molhadinha. 

Cheia de tesão, ela sentou na mesa, abriu as pernas e pediu para eu meter gostoso. Tirei a roupa, coloquei camisinha e fui, ela gemia muito alto, pedindo mais e mais, aquilo me deixava cada vez mais excitado. Então ela me empurrou,  se virou de costas e se apoiou na mesa e disse: Mete gostoso no meu c*zinho e brinca com isso (me dando um controle). Ela colocou uma coisinha na frente que parecia vibrar conforme eu apertava os botões do controle. Ela começou a gemer mais e mais e aquilo tava me deixando louco! Comecei a penetrá-la por trás e a puxar o cabelo dela. Ela se masturbava com aquele negocinho e gemia, batia na mesa. 

Parecia que ela sabia que eu ia gozar, me empurrou novamente com aquela bunda gostosa e me levou pro quarto, lá ela me jogou na cama, e sentou, e como sentou, rebolava aquela bunda gostosa como ninguém! Sempre com aquele brinquedinho se masturbando enquanto sentava fundo! Ela gemia muito alto, eu já estava me contorcendo, era um tremendo furacão na cama. Não aguentei mais, GOZEI!! Quando vi que ela queria mais não perdi tempo. 

Peguei aquele negócio da mão dela e comecei a chupa-la enquanto brincava com aquela cápsula pela vagina dela. Ela começou a puxar meus cabelos e a pressionar contra a bucetinha, até que foiii ela gozou bem gostoso!! 

No outro dia fui trabalhar, e notei que no AP dela tinha umas coisas encaixotadas, mas não me preocupei, só conseguia pensar em quando seria a próxima noite com aquela mulher. Quando voltei do trabalho, entrei na minha sala e vi que o apartamento dela estava vazio, liguei pro síndico do prédio e ele disse que ela havia se mudado.. Que pena, vou sentir muita saudade dessa vizinha!

https://go.hotmart.com/Q43397633I

https://go.hotmart.com/Q43397633I?dp=1

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s