GOZANDO MUITO E GOSTOSO

Anônimo

Era uma tarde um pouco chuvosa em minha cidade… Ana me ligou dizendo que finalmente sairíamos para ir a um motel…Ana é um mulheraço, tem 27 anos, 1,68 mais ou menos e não é a mulher perfeita, porém tem um corpo bastante sensual, corpo normal e pele macia limpinha cheirosa…
Uma boca deliciosa e uma bunda que até então só havia sido fodida por um pênis uma vez (que ela não curtiu).
Todo agitado com a idéia de ter a mulher que eu estava a tentar conquistar por meses , eu até estranhei o fato dela me ligar “querendo sair..”

Bem, combinei então de nos vermos no em um barzinho bem sussegadoe depois , irmos a um hotel bem legal da região. Parecendo ser castigo combinamos às 17h30min, mas a chuva só a deixou chegar ás 19h00min; e isso, já havia me deixado um pouco impaciente.
Quando recebi sua mensagem dizendo que estava chegando, rapidamente, o volume em minha calça logo cresceu e o coração disparou…

Fui ao seu encontro, e na oprotunidade, há pude ver o decote que usava para mostrar seus seios fartos. Fui recebido com um delicioso beijo de língua, e ela, já me disse:
– Vvamos direto para lá porque hoje você será meu.
Entramos num táxi, e em cinco minutos chegamos ao hotel. Perguntei se era diária ou pernoite para a recepcionista, e a Ana já foi dizendo:
– Deixa aberto o tempo, quando sairmos você fecha a conta… E eu adorei a idéia. Pegamos a chave e subimos para o primeiro andar onde desde o corredor. Já enquanto subia pelas escadas as minhas mãos já se intrometiam em sua calça e tocavam aquela xana meladinha. Ao chegar ao quarto. longos beijos de língua (que boca aquela mulher tem), e eu, não agüentando mais passei sua mão sobre o meu pau, que mais parecia um pedaço de madeira sob o jeans.
Ela segurou firme e disse:
– Estou quase gozando já… Não perdi tempo a mandei soltá-lo e ela falou “que estava com vergonha”… Eu aonda com o cheiro do sabonete, pois havia acabado de tomar banho ao sair de casa, saquei de dentro do zíper o pedaço de madeira que seria utilizado naquela noite.
Ela olhou admirada. Logo a peguei pelos cabelos e forcei levemente sua boca em direção a ele. Ela fez que não desceria então puxei um pouco mais forte, e falei no ouvido dela:
– “Chupe, pois você será minha todinha hoje” e passando a língua em sua orelha e pescoço que a deixou toda arrepiada e mole. Desceu a cabeça e abocanhou meu pau. que boca deliciosa. Parecia uma xana. Quente, úmida e macia. Quase gozei só com esta abocanhada. Após o susto com minha atitude ela mamou e mamou meu cacete por mais de 5 minutos sem tirar da boca e falou:
– Estou para gozar..vem me comer por favor..

Coloquei-a de pé, tirei toda a sua roupa tão firmemente e rápido que quase a rasquei. E pude finalmente apreciar aquela xana toda depiladinha e toda molhadinha de um mel transparente e cheiroso. Soquei a língua bem fundo e ouvi seu primeiro gemido…
Virei ela para ficar de quatro depois de tirar toda a minha roupa e passei o corpo de meu membro entre sua xana e seu cuzinho rosado. Ela gemeu piscou. Foi a deixa que eu queria.. saí rapidamente desta posição e soquei a língua quente naquele cuzinho rosado mas não chupando e sim beijando de língua interagindo com a xana já vermelhinha de tesão que gotejava seu mel…

Lambi, soquei a língua bem forte e forcei com o dedinho. Ela gemia e pedia para ser comida porque ia gozar, mas a tortura continuou..Peguei-a pelos cabelos e a tirei da cama .. Fiz com se agachasse e mandei mamar meu pau enquanto eu andava de costas para o closet.. Ela foi andando e socando ate minhas bolas bater em seus lábios… Como eu gemi deliciosamente ao sentir todo meu pau naquela boca, e com aquela sua língua macia e quente lambendo minhas bolas….

Ana sentou-se na beirada da banheira ficando com uma das pernas na água, arreganhada com aquela xana na minha frente..Puxei de leve e deixei-a com a vulva e o anel do cuzinho aparente ..Soquei a língua no cú e na xana e fui novamente forçando a entrrada de meu dedinho.. Consegui introduzi-lo finalmente… Já passava de uma hora nestas preliminares e eu já perdia as contas de quantas vezes ela havia gozado. Meu pau até doía de vontade… Latejava e eu queria deixar meu leite dentro dela, invadir suas entranhas… Não agüentei tirei o dedo daquele cuzinho e a língua da bucetinha e encostei a cabeçorra da minah rola. Ela gemeu e pediu:
– Por favor, para não colocar sem camisinha. Eu lhe disse que estava somente querendo provocá-la. Fiz várias vezes menção de que socaria de uma só vez… Sai da banheira como um foguete e fui ao quarto, peguei uma camisinha de uva e voltei com ela já aberta na mão. Peqguei ela se masturbando e isso me deixou louco ..
Perguntei-lhe porque estava usando os dedos?
E ela disse: –
Não quero perder um só momento desta sensação, agora vem e me come ..quero gozar mais…

Eu não atendi seu pedido. Somente baixei a cabeça e comecei a chupar sua buceta, ela fechava os olhos, gemia e se contorcia (de olhos fechados). Aproveitei isso e coloquei a camisinha no pau.. Do nada, sem avisar puxei-a para frente, e me agachando, de uma única vez, soquei todo o pau naquela boceta… ela gemeu: ”aiiiiiiiiiiii filho da puta, me come, caralho. me fode assimmm, me faz gozar de novo… Eu já estava louca por sua rola meu macho…” segurei meu pau ali no fundo daquela buceta por quase um minuto forçando para dentro como se ainda tivesse mais a entrar. Como se minha virilha pudesse fodê-la também.. E ela querendo mexer ..fervendo… Gemendo e me xingando.. Tirei todo meu pau e vi o branco de seu gozo em volta de minha pica. Não resisti. tirei-a da banheira, levei-a para a cama e novamente investi sobre aquele cuzinho rosado, e tão difícil de ser invadido por meu dedinho..
Ela falou:
– “Filho da puta meu cuzinho você não vai comer, tentei uma vez e dói muito, não quero isso…” eu mandei ela calar a boca e falei que ela não curtiu porque o vagabundo que comeu o rabo dela não era eu. Ele não sabia como fazer uma mulher gozar por todos os poros.. E perguntei:
– Eu não fiz você gozar entes de entrar em você? Não fiz você gozar sem mexer meu pau… apenas entrando? Confie e deixe o resto comigo… Dei um beijo de Isis naquele cuzinho e senti ele piscando, implorando por ser invadido . após uns 20 minutos de chupadas, lambidas e dedadinhas..consegui introduzir dois dedos naquele cuzinho e não resisti coloquei a cabeçorra do meu pau naquele cu.ela gemeu, e quis sair.. pedi para que apenas relaxasse.

Fiz com que ela ficasse de joelhos bem próximo da cabeceira da cama. Mandei segurar na cabeceira e empinar a bunda. Fui lambendo, deixando úmida de saliva e forçando a cabeça. Por quase dez minutos fui amaciando aquela carne, e soquei a cabeçorra de meu pau naquele cuzinho. Ela gemeu e quis sair, mas não tinha para onde correr. ela amolceu e quis ficar de 4 mas o espaço era pouco.. Deixei-a ali de joelhos com a cabeça no meu pau vibrando em seu rabo e fui beijando suas costas, corpo encostado no dela, fervendo. beijei a nuca orelhas, fui descendo pela coluna ate meu limite e ela se arrepiava e gemia.. Mas dizia que tava doendo ..E eu dizendo que só empurraria mais quando sentisse que tava relaxada. Mentira! Eu já estava quase todo dentro daquele rabo.. Não agüentei, faltando pouco mais que 2 centímetros soquei de uma vez e vi a Ana cair desmaiada..Segurei-a beijei segurando aqueles seios fartos e gostosos nas mãos e puxei para minha direção..

Senti a bunda encostar em minha pélvis As costas em meu peito, senti aquele cheiro delicioso do seu cabelo e o coração acelerado dela e falei:
– Agora eu quero gozar..
E ela disse,
– Por favor, soca logo em mim e goza porque eu vou desmaiar, não consigo dizer se é prazer ou dor, mas estou molinha sem noção do mundo parece que não tenho chão. Me fode filho da puta, me enche de porra .. Come meu rabo como só você sabe. Eu bombei inicialmente devagar. Segurando firmemente pelos ossos de sua bacia. Fui sendo invadido por aquela sensação indescritível de orgasmo. Colocava ate encostar as bolas, devagar, e tirava, ate ficar só a ponta da cabeça bem rápido depois socava devagar. Ela mexia, gemia, gritava safadezas. Uns cinco minutos assim e não suportei .. Deixei um urro sair pelos lábios, mesmo sem querer, gozei e gozei e gozei até estremecer …e cair junto com ela deitada ao meu lado …

Meus testículos doíam de tanto que gozei, mas fiquei ali dentro sentindo seu rabo morder minha pica deliciosamente. Ela falando que me odiava porque arrombei sua bunda, mas que me amava porque comi o rabo e a fiz gozar…
Não acreditei e passei a mão em sua xana. Estava toda encharcada, não de mel, mas de gozo, puro leite branquinho cheiroso que passei em minha língua, e em sua boca…
Tirei meu pau daquele rabo gostoso, para ele se fechar, como se nunca tivesse sido fodido antes. Fiquei admirando ele fechando e disse:
– Que dali para a frente aquele cú seria só meu …Ela falou que não queria mais isso porque achava que sou casado e não poderia ser só dela.. Mas que como sentia meu pau duro eu não devia ousar deixá-lo ficar mole sem foder a sua bocetinha igual fiz no cuzinho.
Tirei devagar meu pau latejante daquele rabo. Surpresa: a camisinha não tinha nem um sinal de sujeira!

Tirei a camisinha e deixei a porra escorrer em seu rosto, seios e barriga. Deitei-a de frente chupei o mel de sua buceta por um tempo e levantei, pus outra camisinha e ficamos ali fodendo, de quatro no torno, em pé, de costas, de frente e atpe sentada na cabeceira da cama, até que não agüentando tirei o pau daquela buceta, rasguei a camisinha e deixei um jato de porra que saiu do meu pau jorrar por uns 30 centímetros acertando seu rosto. Ela não perdeu tempo sentiu o leite quente no rosto e já abocanhou meu pau, chupando-o, punhetando-o e mamando gostoso ele. Gozei a ponto de gritar, urrar e amolecer as pernas… Ana é sensacional, ela me faz ser mais que homem, me faz ser completo na cama. Gozou comigo por vezes que perdemos a conta. Já amolecidos, ela me pediu para ir embora, pois precisava ir trabalhar. Eram 22 horas ficamos ali por quase três horas nessa safadeza de foder, chupar e gozar..

Mas foi uma das melhores transas da minha vida.. seu cheiro me invadia.. Sua buceta linda e limpa, cheirosa,. seus lábios quentes, seu rabo gostoso.. Ela quer sair comigo mais vezes, e este mês, vamos ter essa chance…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s