Vi o meu marido comendo a vizinha

Helena

O meu nome é Helena, sou uma mulher jovem de 27 anos tenho olhos castanhos-claros e cabelos longos encaracolados, meço 1,71cm e peso 68 kg, considero-me uma mulher muito quente e masturbo-me todos os dias. Tenho vontade de fazer amor a todo a hora mas o meu marido não era o que eu esperava. Há uns tempos eu notava que meu marido ficava muito nervoso quando passava uma mulher que levava o filho na paragem do autocarro da escola, ela passava e ele fazia de tudo para ir para casa novamente e dizia que se tinha esquecido da carteira ou qualquer coisa ate que um dia apanhei-o a falar com a mulher. Não me atirei a ela porque não sou de escândalos mas fiquei cheia de raiva, a mulher era mais branca que uma parede, era um pouco alta, cabelos ruivos, e muito seca muito magra mesmo não tinha nada nem atrás nem à frente mas fiquei desconfiada que havia algo entre eles ou que estaria a começar. Então eu comecei investigar, fingi que ia para casa de minha mãe dormir e na verdade eu ficava dentro do armário que dava uma visão completa da cama e da mesa do pc, tudo e sabia que ele não me ia ver pois a roupa dele estava no armário de fora do quarto no do corredor. Então eu fiz tudo o que devia fazer e coloquei-me lá dentro e fiquei à espera, então para minha surpresa ele chegou e tomou banho, deve ter comido e adormeceu e quando ele adormece nada o desperta, nada mesmo! Quando ouvi os roncos sai em bicos dos pés, comi algo fiz chichi e voltei para lá, a vontade de descobrir algo era tão grande que peguei num lençol e deitei-me a dormir. De manhã o despertador tocou ele levantou-se como sempre tomou banho, não sei nem se tomou café e saiu e para minha surpresa que já tinha pensado que nada se iria passar ouvi a chave na porta e corri novamente para o armário e comecei a ouvir vozes e risos, e o meu coração estava a mil eu achava que não iria aguentar de tanta raiva. Mas ao mesmo tempo gostava pois quando imaginava ficava toda molhadinha e masturbava-me sempre pensando nele com outras mas ao mesmo tempo ficava com um certo ciúme. Ele entrou no quarto com ela e disse que eu tinha ido para a casa da minha mãe. Pela conversa vi que não tinham tido nada antes e foi ali que começou era apenas uma atracção, ela sentou-se na cadeira do pc e ele de lado na cama conversando com ela, e via que ela estava com um top branco e umas calças largas desportivas, ele sentou-se e ela começou a dizer que não sabia como eu o deixava sozinho!
Era venenosa a cobra grande puta, e vi que a mão do meu marido começou a tocar na perna dela sobre as calcas e puxou-a, ele ficou de pé e ele sentado na cama, começou a beijar-lhe a barriga dela e ela puxava-lhe os cabelos acariciava-o e ele levantou o top dela e começou a apertar os biquinhos com forca e começou a mamar um e a apertar o outro e com a outra mão por cima das calcas esfregando a cona dela que respirava cada vez mais ofegante e nem falavam, depois de algum tempo assim ele levantou-a e tirou-lhe as calcas e sentou-a na mesa do pc e ele sentou-se na cadeira e o fio dental dela que mal lhe tapava a cona deixou-o louco!
Ele abriu-lhe as pernas e colocou-as nos ombros dele e puxou o fio dental para o lado e começou a passar a língua primeiro na virilha e depois começou a lambe-la e ela gritava e ele apertava os biquinhos do peito dela as vezes metia o dedo no cu dela ia pro metia a língua e tocava-lhe no clítoris e ela estava louca de tesão. Ela foi para o colo dele na cama deitou-o ele a colocou-se sentada na cara dele e ele chupava e ela gritava e rebolava na boca do meu marido e eu molhadinha não podia fazer nada para nao me descobrirem, eu estava cheia de tesão e ódio e via que ele a mamava com gosto, depois ela desceu e tirou-lhe as calcas e começou a chupar aquele pau grosso e mamou-o com gula cheia de vontade e lambia e acariciava os ovos e ele começou a falar em espanhol para ela pois ele é espanhol, para que ela chupasse tudo que era ela uma puta que mamava muito bem e que ele estava adorando a boca dela, e ela lambia a cabecinha e batia uma punheta ao mesmo tempo. Ele pediu-lhe ela para por a cona na cara dele e fizeram um 69 ele lambia a cona e enfiava o dedo no cu dela e a puta gemia e gritava e ela chupava-o ate que ela deu um gemido muito forte e ele parou e ele não se veio. Colocou-a ela em cima do pau dele e ela saltava como louca e os peitinhos durinhos nem se mexiam.
Ele mordia os lábios e ela não parava e ele apertava aqueles peitinhos e tocava no clítoris dela, ela mexia-se bem, confesso que ate eu estava com tesão por ela, era boa de cama e tinha uma cona de sonho. Aqueles movimentos loucos pararam e ele colocou-a de 4 e a segurava-a na cintura e a fazia galopar e fez com que aquela puta ficasse toda dorida de tanto levar com o caralho. Depois colocou-a de frente para ele ajoelhou-se na cama segurou e abriu as duas pernas dela bem alto e meteu o pau com muita forca e ela já estava que não se aguentava devia ter-se vindo várias vezes mas ele nada. Ele de repente tirou o pau para fora e só vi leite a voar para a testa dela nos peitos e ela passava a mão e chupava tudo. Depois abraçaram-se sem nada de beijos amorosos ficaram deitados conversando sobre a foda e ele acariciava a cona dela, descansaram ela limpou-se e vestiu-se e teve que ir e ele também pois tinha que trabalhar mas antes tomou um banho e arrumou as coisas para eu não ver e eu ali fiquei na maior seca.
Quando sai do armário masturbei-me e e fiquei a pensar em como faria para dizer que eu vi,  pois confesso que morri de tesão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s