Minha irmã e minha amiga são tão safadas assim!?

MATEUS

Quando tinha apenas dois anos, nossos pais nos matricularam num clube, eu, minha irmã mais velha e eles. O clube onde nos associamos era muito legal, afastado da cidade, quadras para praticar quase todos esportes, havia piscinas, um lago, fontes, trilhas, labirintos e era cercado por árvores. Neste clube minha irmã, Luana, conheceu uma garota, da sua idade chamada Mariana enquanto estávamos brincando na piscina infantil. Luana ficou amiga de Mariana e viraram melhores amigas.

Depois de alguns anos, quando eu tinha 4 e elas 8, Luana, minha irmã, ela tem cabelos castanhos, olhos cor de avelã, branquinha, pele lisa e delicada, um pouco magrinha e alta, Mariana, amiga da minha irmã, é morena, cabelos longos e lisos, olhos castanhos, pele lisa e delicada, lábios carnudos, coxas grossas, não era magra, mas com certeza não era gorda e também é um pouco mais baixa que minha irmã. Começaram a se visitar, cada uma ia à casa da outra, para dormir ou apenas para visitar. Eu gostava bastante de Mariana como amiga, pois ela sempre brincava comigo. Alguns anos depois, quando elas tinham 11 e eu 7, nossos pais começaram a sair mais de casa, nos deixando bastante tempo sozinhos, então elas começaram a ficar mais a vontade. As duas começaram a tomar banho juntas e começaram a andar em casa apenas de calcinha e sutiã, mesmo comigo vendo, elas não ligavam! Elas sentavam do meu lado semi-nuas, como se nada estivesse acontecendo, me abraçavam, era sempre assim: Mariana chegava a nossa casa, as duas iam para o quarto da minha irmã, tiravam as roupas e ficavam apenas vestindo suas roupas intimas. Pensei que elas só faziam isso aqui e que nossos pais não sabiam, mas estava errado, em relação às duas coisas, elas faziam isso na casa de Mariana também e meus pais sabiam que elas tomavam banho juntas e andavam semi-nuas pela casa. Eu nunca liguei também, até acabei me acostumando.

Anos depois quando elas tinham 15. Luana, ‘’ganhou’’ uma bunda bem grande e peitos médios, mesmo assim gostosos, já Mariana, foi ao contrario, ela ‘’ganhou’’, grandes peitos e bunda média. E com isso, eu comecei a olhar para a Luana, com olhar de ‘’desejo’’ e para Mari, também. Sempre quando elas passavam por mim, semi-nuas, meu pênis ficava duro como pedra e eu tentava esconde-lo para que elas não percebessem, Luana e Mariana gostavam que eu deitasse nos colos delas enquanto assistíamos TV, eu gostava também, elas ficavam fazendo carinho em meu cabelo, colocavam mão em minha camisa e uma vez Mariana colocou a mão e minha bunda, eu tirei, mas depois de um tempo eu comecei a deixar sem problemas. Imaginem minha excitação nessa hora, kkk . Sempre que elas saiam do banho ou estavam no quarto, eu ia sorrateiramente até a fechadura e ficava olhando, eu não conseguia olhar direito, pois a fechadura da porta era apertada e só dava visão ao lado da cama, de vez enquando eu via elas. Algumas vezes, quando eu ouvia o chuveiro ser desligado, eu sabia que elas estavam se secando para vestirem-se no quarto, então ia correndo para meu quarto (Que era ao lado do quarto de minha irmã), fechava a porta e ficava escutando até ouvir a porta do quarto delas se fechar, então ia correndo, sem fazer barulho até a fechadura do quarto dela e de vez enquando tinha a sorte de ver elas nuas e quando elas saiam do meu campo de visão ia correndo para o banheiro e batia uma.

Dois anos se passaram, elas estavam com 17 anos, eu estava ficando cansado dessa mesma ‘’rotina’’ para vê-las nuas, então pensei no meu quarto um jeito de conseguir vê-las ‘’melhor’’ e a única solução que encontrei foi: No quarto de Luana havia um guarda-roupa velho, o qual meus pais iriam vendê-lo e comprar outro. Não havia nada dentro, Luana já tirou suas roupas de dentro dele e colocou separadas em pilhas do lado de sua cama, eu podia entrar lá dentro, eu era bem pequeno, também era bem espaçoso lá dentro, tinha uma fresta enorme, então poderia ter visão quase total do quarto, mas não tinha coragem, vá que elas me achem lá dentro, o que eu iria fazer!? Fiquei alguns dias pensando nisso, mas não conseguia coragem mesmo eu sabendo que ela não mexe mais no guarda roupa.

Então um dia, quando elas estavam tomando banho, meus pais não estavam em casa e eu estava de pau duro, andando de um lado para o outro na frente da porta do banheiro, onde elas estavam tomando banho, tentando criar coragem, até que, quando eu estava passando na frente da porta eu ouvi um gemido. Na verdade eu ouvi vários gemidos seguidos, altos e bem ‘’molhadinhos’’, eu paralisei na hora, senti um arrepio no meu corpo todo, minha respiração aumentou e então pensei ‘’OK, OK EU VOU!’’. Fui até o quarto de minha irmã, um quartinho bem limpo, Cheiroso, só se via rosa e branco, havia uma cama de casal no meio, um espelho com algumas maquiagens ao redor, embaixo havia gavetas, tinha algumas estantes penduradas na parede com alguns livros, havia um tapete que ocupava quase o piso inteiro, as pilhas de roupas e etc…, eu entrei nervoso no quarto, então abri a porta do guarda-roupa, achei um espaço perfeito para mim e entrei. Eu fiz o mínimo de barulho possível, tirei um apoio, e sentei em cima dele e logo estava extremamente confortável ali dentro, com uma visão ótima para o quarto, só tinha que esperar o ‘’show’’.

Eu fiquei esperando dentro do guarda-roupa alguns minutos, muito nervoso. De repente ouvi a porta do quarto se abrir com força e bater na parede, então eu vi Mariana entrar um pouco nervosa dentro do quarto, ela foi em direção à cama, tirou a toalha, jogou-a contra parede e se jogou na cama de barriga. Nisto, eu já fiquei de pau duro, vendo aquela bunda lisinha e um pouco de seus peitos, mas algo estava diferente, cadê a Luana e por que ela parecia nervosa?! Alguns segundos depois eu vi Luana entrar, ela fechou a porta devagar para não fazer barulho, tirou a toalha e pela primeira vez ela pegou a chave de seu quarto e trancou a porta. Ela nunca fizera isso, bom só uma vez quando éramos menores e ela me trancou, mas exceto isso nunca, nem mesmo quando ela ia trocar de roupa com a Mari! Eu fiquei nervoso, notei que minha perna estava tremendo, então me controlei para não fazer barulho. Luana caminhou devagar até sua cama, sentou na borda, começou a fazer carinho nas costas de Mariana e como ela estava sentada na borda da cama, e da cintura para cima virada para fazer carinho na Mari, ela estava com as pernas abertas, bem na MINHA FRENTE, eu pude ver sua bucetinha depilada, suas pernas lindas e grosas e seus peitos. Notei que estava com a mão na cueca, fazendo carinho em meu pau, querendo bater uma, mas não podia, o guarda-roupa é um pouco velho ia fazer barulho na certa, então voltei prestar atenção. Luana estava fazendo carinho no cabelo de Mari, então Mariana virou-se de lado, possibilitando-me de ver muito bem seus peitões e sua xaninha, eu estava mordendo o lábio, suando e com os olhos arregalados. Mariana olhou para Luana e disse:

– Eu não sei se quero fazer isso, Lu – Ela disse em voz tremula

– Por que não? – Luana perguntou – Vai ser bem divertido

– Você é minha amiga, nós não… – Sua voz falhou – Nós não devemos.

– Não tem problema, não tem nada de errado, muitas mulheres fazem isso – Luana disse, enquanto fazia carinho nos cabelos de Mari com a mão apoiada no peito de Mari – Se gostarmos, eu falo sem problemas para minha família que sou lésbica.

– É-É errado! – Ela gaguejou

Luana deitou de lado virando-se para Mari e deixando aquela bunda exposta para mim, aquela linda bunda carnuda que dava vontade de sair do guarda-roupa e aperta-la – Mari, vamos fazer um acordo?

Mariana olhou para ela com seus olhos castanhos fazendo uma expressão de medo e disse – Qual?

– Se você não gostar, a gente nunca mais faz isso e voltamos a rotina normal, como se nada tivesse acontecido – Ela piscou o olho.

– Promete? – Disse Mariana – E seu irmão, e se ele ouvir qualquer coisa?

– Prometo! – Disse Luana – Eu invento qualquer desculpa, ele acredita em tudo, aquele tampinha!

Meus batimentos cardíacos estavam a mil, eu notei que eu já estava com a bermuda nos meus pés, a cueca no joelho e fazendo movimentos de leve em meu pau. Estava me sentindo um pouco culpado, pois um lado meu dizia que eu não deveria estar vendo aquilo, não deveria estar com vontade de transar com a minha irmã, mas não consegui resistir.

Luana deu um empurrão de leve em Mariana fazendo-a cair de costas no colchão. Luana dizia ‘’Agora eu sou uma médica, e vou cuidar de você’’, ela estava ao lado de Mari, fazendo carinho em seu cabelo, então devagarzinho, ela se aproximou até seus lábios se encontrarem. As duas se beijavam com vontade, dava para perceber que a língua de Luana estava na boca de Mari, e a de Mari na de Luana. Luana já estava em cima da barriga de mari, as duas já estavam bem molhadinhas, a mão direita de Luana estava atrás da cabeça de Mari e a esquerda fazendo carinho em seus cabelos. Já mari estava esfregando sua mão na bunda de Luana. Luana começou a descer sua boca, chupando seu pescoço então chegou a seus peitos, Luana chupava-os com força, cuspia neles, lambia-os, e suas mãos também já haviam descido para os peitos de Mari. Mariana estava gemendo baixinho e com frequência. Luana saiu de cima de Mari e foi até seus pés, ela os examinava, fazendo-os carinho e lambendo-os deixando Mari a loucura (E eu também kk), Luana mordia todos os dedos do pé e babava toda a cama. Luana parou de brincar com os pés de mari e começou a fazer carinho nas cochas, bem perto da bunda e então ela disse ‘’ Sabe? Eu como médica, quero fazer uma revisão completa!’’. Ela abriu as pernas de Mari devagar e foi entre elas, ela colocou o nariz quase dentro da bucetinha de Mari e deu uma longa inspirada. Com sua língua começou a lamber em volta da xaninha , enquanto a Mariana dava gemidos que nem uma cachorrinha e bem altos, um tempinho se passou e Mari estava agarrando com força o colchão e dizendo ‘’Para Para PARA PARAA!!’’, Luana deu um sorriso e enfiou a língua com força na xana de Mari e não demorou muito até que ela desse um grito de prazer e gozasse na língua de Luana.

As duas estavam cansadas então Luana deu um tempo para que as duas recuperassem o fôlego, mas não passou de alguns segundos. Ela subiu em cima de Mari de novo, mas dessa vez ao contrario, as duas estavam fazendo um 69. Mari não parecia que ia gozar de novo, já Luana estava prestes, alguns minutos depois eu vi Luana fechar os olhos com força e parar de lamber a xaninha de Mari, então ela colocou as mãos nos lados da bunda de Mari e apertou com força e logo ouvi um ‘’AAAAAAAAAAAhhhhhhhhhh’’, então apenas via o gozo de Luana escorrendo pelo pescoço de Mari. Luana ainda estava com os olhos fechados, então notei que ela estava tentando sair dali, pois Mari estava prendendo Mari pelas pernas e continuava a lamber sua xana. Eu só ouvia ‘’Para, PARA, POR FAVOOR!!”e então um ‘’AAAAAAAAAAAhh’’, e um jato de gozo, isso umas 7 vezes. Mari estava toda encharcada. Notei então, que Mari perdeu a força e soltou-a e também largou sua cabeça no colchão.

As duas ficaram uma em cima da outra por alguns minutos recuperando o fôlego, então Luana caiu para o lado e disse ‘’Para quem não queria, me fez gozar como uma puta, ein?’’ e Mari riu. Luana disse ‘’Eu disse que queria fazer uma revisão geral em você, e é isso que vou fazer!’’. Ela virou mari de costas, expondo sua bunda, ela ficou de joelhos ao lado de Mari e ficou fazendo carinho em suas costas, pernas e pela bunda. Ela pegou o dedo indicador da mão direita e colocou na frente da cara de Mari e sem precisar falar nada, Mari deu uma chupada de uns 30 segundos deixando-o bem molhadinho. Mari fechou os olhos, se segurou de novo no colchão, então Luana com sua mão esquerda ‘’abriu um caminho’’ para o cuzinho de Mari e enfiou o dedo. Ela começou devagar, mas logo já estava colocando e tirando. Acredito que as duas eram virgens naquela época, eu não sei o por que mas parecia que eram. Depois, Luana tirou o dedo e deu para Mari chupas, enquanto Mari chupava Luana disse ‘’Esta tudo em ordem’’, então ela deu um longo beijo na bunda de Mari.

Depois, Luana sentou na borda cama e pediu para que Mari sentasse em seu colo,Mari assentiu. Logo a Mari estava no colo de Luana, as duas se abraçando, Mariana com a cabeça no pescoço de Luana e as duas ainda Nuas. Por fim Luana perguntou:

– Gostou?

– Amei – Disse a Mari- Mas, e agora?

– Como assim? – Perguntou Luana.

– Eu quero mais!

– Ui, safada- Luana olhou para a janela- Já esta escurecendo, meus pais já vão chegar…

-A gente pode ir lá em casa, hoje meus pais marcaram de ir no restaurante e no cinema, para comemorarem o aniversario de minha mãe e como o filme é para adultos nós vamos ficar sozinhas em casa all the night, baby!

– Adorei miga!

Então as duas colocaram uma roupa, se pentearam, Luana escondeu o lençol da cama molhado em seu baú, trocaram de lençol, por fim, Luana arrumou uma mochila para dormir na casa de Mari. As duas deram-se um selinho, Mari falou ‘’Vamos tomar um banho juntinhas’’. Então elas saíram do quarto, Luana deu um grito dizendo ‘’Matheus (Meu nome =] ), hoje vou dormir na casa da Mariana, até mais maninho, avisa nossos pais!’’ e então foram. Esperei alguns minutos depois de ouvir a porta bater, e me joguei contra a porta do guarda-roupa, cai em cima do tapete, suando, totalmente nu da cintura para baixo e ofegando. Claro, bati uma bem batida, fui até o baú de Luana dei uma cheirada no lençol e deixei-o ali.

Alguns dias depois tiraram o guarda-roupa de lá, mas depois tive a ideia de deixar meu celular gravando tudo, a qual foi ótima. Há dois anos, eu formatei o PC e esqueci de salvar os vídeos (Que droga), então não tenho mais.

Quando elas tinham 19 anos, elas assumiram para a nossa família que eram lésbicas, no começo um choque, claro! Mas depois isso ficou normal, com 23 elas se casaram. Hoje eu tenho 23 anos e elas 27, eu estou pensando em contar para Luana que eu vi tudo, o que aconteceu, o que acham?

CURIOSIDADES :

– Quando eu tinha 10 anos e elas 14, estávamos vendo um filme de ação, eu estava no meio delas, e então teve uma parte de sexo e Mariana disse ‘’Eu sempre quis tocar num pau, sabe, só para sentir como é’’ e minha irmã disse que podia tocar no meu, eu fiquei constrangido e disse que não. Depois de uns 30 minutos tentando me convencer (Sabe, eu não ligava da Luana ver ou tocar nele, porque ela é minha irmã ela já fez isso -.-‘, mas o problema é a Mariana), eu aceitei, não pelas ameaças que Luana me fizera, mas por ela me dar 20 reais e por Mariana falar ‘’Por favor, pela nossa amizade’’. Ela parecia um pouco chateada na hora, provavelmente por ela ter perdido 20 reais k’. Luana, se ajoelhou no tapete, na minha frente e tirou minha bermuda e cueca, pegou a mão de Mari que estava tremendo e, colocou em meu pau. Ela brincou com ele, até ficar duro, ela pareceu gostar um pouco, ela punhetou um pouco também. Mas essa não foi a única vez, teve outras 4, mas nessas outras, só quando estávamos sozinhos.

– Duas semanas depois do dia que tiraram o guarda-roupa de lá, estava com 13 anos, eu estava na casa de meu colega, depois da escola, fazendo os deveres e faltava só uma questão para acabar a tarefa de casa então resolvi chegar em casa e pedir ajuda para Luana para jogar logo vídeo-game. Mas quando cheguei de tardezinha, eu fui correndo para o quarto dela e quando cheguei lá, eu abri sem bater na porta e vi ela chupando a bucetinha da Mari, mas quando elas me viram era tarde demais. Mari não conseguiu segurar a goza e deu um berro de prazer e eu apenas via aquele jato de goza e Luana olhava para mim nervosa, sem saber o que fazer sai do quarto. Luana foi atrás de mim pelada e me levou para a cama delas, a Mari ficou se enroscando em mim como se eu fosse um poste de strip, Luana me explicava tudo (Como se eu já não soubesse), eu me fiz de inocente e fiz varias perguntas, então ela me deu uma aula completa de sexo ‘’LOL’’ (como se eu já não soubesse kk).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s