“O ELIXIR DO PAJÉ”

BERNARDO GUIMARÃES (1825-1884)

Eu te adoro, água divina,

santo elixir da tesão,

eu te dou meu coração,

eu te entrego a minha porra!

Faze que ela, sempre tesa,

e em tesão sempre crescendo,

sem cessar viva fodendo,

até que fodendo morra!

Sim, faze que este caralho,

por tua santa influência,

a todos vença em potência,

e, com gloriosos abonos,

seja logo proclamado,

vencedor de cem mil conos…

E seja em todas as rodas,

d’hoje em diante respeitado

como herói de cem mil fodas,

por seus heróicos trabalhos,

eleito rei dos caralhos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s