MELHORANDO, MELHORANDO…

Eu havia sentido um enorme dor no peito que me fizera ir rapidamente ao Hospital. Lá, após fazer alguns exames cardiológicos, ouví do médico a informação de que estava bem. Mas que deveria ficar em observação por todo o resto do dia e noite, devendo ser liberado apenas no outro dia. Cuidados especiais, me disse. Para minha segurança. Concordei e fui encaminhado a um apartamento no terceiro andar. Sozinho, uma vez que estava separado da mulher e não tínhamos tido filhos. Assim, sem acompanhantes e não tendo com quem conversar, logo adormeci. Era começo de tarde.

Fui acordado por um toque de mão no meu braço e ao abrir os olhos deparei-me com uma enfermeira morena, aparentando uns vinte e poucos anos, que me observava sorrindo. Desculpou-se por me acordar e disse-me que ia verificar a minha temperatura, a pressão e que eu deveria tomar um medicamento. Deu-me um comprimido, colocou debaixo do meu braço um termômetro e começou a medir a minha pressão. Eu a observava com atenção. Tinha um cheiro gostoso de corpo recém lavado, indicando que devia estar iniciando o plantão porque ainda não cheirava a hospital. Perguntei se estava começando o serviço e me disse que sim, perguntando como eu adivinhara. Eu lhe disse que ainda estava com o cheirinho de quem tinha terminado a pouco o banho, que ainda não tinha ficado com cheiro de remédios e de pacientes. Ela, sorrindo, me disse “gostou do perfume”, eu disse que sim e ela sorriu-me dizendo “olha como ele está aceso cuidado com o coração” e sorriu de novo. Eu lhe disse que o médico me assegurara que o coração ia bem. Então, ela me disse que “tem coisas que fazem o coração reagir bem mais depressa do que remédios”. Depois, retirou o termômetro, me disse que a temperatura estava ótima, que a pressão também estava boa, 12 por 8, de criança, fez um carinho no meu braço e se dirigiu para a porta. Fechei os olhos e procurei dormir novamente.

Pareceu-me ter sido apenas uma fração de segundos quando percebi, meio inconsciente, que havia alguém ali, do meu lado. Abri os olhos e ela estava lá, me observando. A enfermeira. Disse um “olá, de novo. Já é hora de acordar. Vou lhe dar um banho para que durma gostoso esta noite”. Disse e estendeu a mão para me ajudar a levantar. Desci do leito com todo o cuidado, confesso que ainda estava com medo do danado do coração pifar. Ela passou o meu braço sobre os seus ombros e me levou até o banheiro, começando a tirar a minha roupa. Eu vestia um pijama hospitalar, muito leve e fácil de tirar. Logo fiquei nu. Ela abriu  o registro fazendo a agua escorrer e, regulando ora um, ora outro, deixou-o bem temperado, mais para quente, porque já era começo da noite e o tempo começava a esfriar. Depois, amparou-me até que o jato de agua caiu sobre mim. Apanhou o sabão e começou a me ensaboar, bem devagar. Virou-me de costas. Quando me fez virar novamente, de frente, vi que estava compleatamente nua. Abraçou-me, pegou o meu pau e começou a fazer carinhos nele enquanto me beijava. A agua caia sobre nós, quentinha.

O meu coração disparava. O meu pau endurecia ainda mais. Ela abaixou-se e ficou me chupando um tempo que achei que fosse uma eternidade. Virou-se de costas, colocou o meu pau entre suas pernas e me pediu “enfia agora, que eu quero você todinho dentro de mim”. E fudemos com muita vontade até que gozamos inteiramente. Perguntou como eu estava e quando eu disse que estava assustado, mas bem, ela sorriu, começando a enxugar o meu corpo

Dirigiu-me até o meu leito, deitou-me, deu-me um beijo demorado e saiu. Logo depois ouvi a porta abrir-se e entrar o carrinho com minha comido. Jantei com vontade e logo após ferrei no sono. Acordei noite alta com ela, a enfermeira, deitada ao meu lado, me abraçando e me dizendo “ come a minha bunda”  Quando acabei de comer a sua bunda eu sabia que estava melhorando, melhorando, melhorando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s